Não há produtos que correspondam à seleção.

Saiba tudo sobre as banquetas rústicas.

Os bancos rústicos, ou banquetas rústicas, tiveram uma jornada única na história ou cultura humana. Em sua maioria eles são feitos com madeira de 80 a 100 anos criando assim uma identidade única em cada peça no mundo inteiro

Todos esses bancos rústicos têm suas imperfeições exclusivas, marcadas pelo tempo, clima e uso prático, o que significa que nenhum banco é igual ao outro.

No artigo de hoje, vamos entender um pouco mais sobre esse modelo de móvel que pode ser utilizado desde decoração para um ambiente até para modernizar e dar um ar de elegância ao lugar.

Se atente e nos acompanha a partir de agora para saber curiosidades, um pouco da história e saber algumas características de alguns modelos.

O que são as banquetas rústicas e qual a sua origem?

Considerando a idade das técnicas de madeira e fabricação utilizadas, todas as banquetas rústicas garantem um banco muito sólido estilizado que pode ser usado para fins práticos, bem como acessórios para estilistas e organização de um ambiente.

No século XIX, os bancos tornaram-se principalmente móveis rústicos ou ornamentais. A exceção foi o desenvolvimento do banquinho, um banquinho alto (com ou sem braços e costas) geralmente fixado a um poste central e usado em bares e salões de festas.

Tinham e ainda tem como definições as seguintes regras:

  • banco/banqueta, sem braços e sem encosto para uma pessoa.
  • banco/banqueta dobráveis com assentos
  • banco/banqueta sólidos emoldurados com assentos de madeira ou de junco.

Essa última característica se tornou muito conhecida e era desenvolvido principalmente pelos egípcios, pelos primeiros gregos e romanos e pelos vikings.

Esses bancos eram apoiados em quatro pernas retas ou em quatro pernas dispostas transversalmente - o banco “X”. A maioria das variações da construção foi refletida na parte superior acolchoada ou dura ou nas decorações de suporte.

Passando quase inalterado da antiguidade para o uso medieval, o banco continuava sendo a forma de assento comum. Tamboretes medievais tardios, que se assemelhavam a pequenos bancos, eram chamados de tamboretes de tábua ou com ponta de laje; foram tornados obsoletos pelo banquinho comum, produzido no século XVII em conjuntos estofados com cadeiras e apoios para os pés.

O uso de bancos geralmente reflete a etiqueta da sociedade. Na Europa, desde a Idade Média até o século XVII, um protocolo rigoroso prescreveu seu uso, e na África o banco frequentemente denota o cargo de um chefe tribal e carrega consigo simbolismo religioso.

Ainda hoje é visto com glamour em ambientes quando é bem utilizado e bem adequado ao local.

As principais características das baquetas rústicas.

Agora que a história é revelada, tudo o que você precisa saber são os vários tipos e formas de bancos e banquetas disponíveis e os que se encaixam perfeitamente na sua decoração ou ambiente.

Podemos definir as características das banquetas como:

  1. Moderno tradicional ou tradicional: Transportando você instantaneamente para uma era de opulência e grandeza, os bancos ou banquetas tradicionais, estofados ou não, retos ou recurvados, são ótimos em estilo e elegância. Uma escolha arrojada em qualquer residência, essas adições podem ser as mais cobiçadas e as peças que serão apreciadas e notadas por todos. Além disso, seu apelo atemporal e aura luxuosa certamente elevarão seu humor e farão você se sentir um supremo!

Descontraído e refinado com funcionalidade impecável e toques industriais, as modernas cadeiras de bar podem ser um ponto de exclamação em sua decoração.

Afastando-se dos perfis imponentes, esses designs são uma visão incomum de um estilo de vida descontraído, onde sua silhueta elegante define uma reunião charmosa de design e detalhes.

  1. Natural estofado ou rústico: O que torna os bancos e banquetas de estofados desejáveis é a capacidade de desencadear uma conversa, levantando instantaneamente a decoração com cores e texturas diferentes. Uma vantagem adicional é a personalização irrestrita, pois você pode brincar com diferentes esquemas de cores e padrões que combinam com o ambiente da sua casa. Aparência extremamente confortável e elegante, sua aparência é elegante e sofisticada.

Para um visual renovado que permita o contraste da textura do material, opte por cadeiras de bar em materiais naturais como metal e madeira.

Com um charme vintage em estilo de bistrô, as cadeiras de bar de metal são uma escolha clássica e geralmente são usadas em restaurantes e casas chiques como café, pois aprimoram a decoração e proporcionam um conforto razoável para se sentar por um tempo.

Além disso, seu design elegante facilita o empilhamento quando não estiver em uso. Combinando facilmente com qualquer estilo e ambiente interior, as cadeiras e banquetas em madeira são limpas e simples, com uma pitada de caráter indomável.

Eles adicionam um elemento luxuoso onde quer que sejam colocados e também podem ser usados para fins comerciais.

  1. Descanso de braço versátil ou confortável: As banquetas – ou popularmente chamados de bancos de bar - sem encosto ocupam menos espaço visual e são ótimos para assentos extras nos refeitórios, além de servirem como o complemento perfeito para as barras de café da manhã ou as ilhas da cozinha.

Você sempre pode deslizar bancos de bar sem encosto por baixo do balcão; no entanto, eles são menos confortáveis por longos períodos sentados.

Se você está procurando uma dose adicional de conforto, definitivamente deve considerar os bancos de bar com encosto, principalmente de 2 tipos, costas baixas e costas altas.

Enquanto as costas baixas são principalmente para proporcionar uma sensação de estabilidade, as costas altas são projetadas principalmente tendo em mente o conforto.

Além disso, as costas baixas não consomem muito espaço e podem ser facilmente dobradas sob uma mesa ou prateleira de bar, enquanto os bancos altos consomem bastante espaço e são adequados para casas grandes e espaçosas.

Além disso, como e onde serão usadas pode ajudar a informar sua decisão. Se forem para a cozinha, procure estofos resistentes a manchas. Se você planeja colocá-los em um local ensolarado, o metal e as madeiras, especialmente as tratadas, suportam as mudanças de calor, luz e umidade.

Conclusão.

Depois de ler e entender um pouco mais sobre a história, as características e como esse móvel pode fazer uma grande mudança no seu ambiente, resta agora colocarmos em prática tudo que aprendemos.

Agradecemos pela atenção e pela leitura de hoje, e é claro que contamos com você no próximo artigo. Muito obrigado!

Índice