Não há produtos que correspondam à seleção.

Designer Pedro Useche

O designer Pedro Useche nasceu em Caracas na Venezuela em 1956. Em 1984, após sua graduação em Arquitetura pela Universidade Central da Venezuela, Pedro chegou ao Brasil.

Na década de 90 e em terras brasileiras o designer Pedro Useche ganhou destaque e se tornou um dos maiores nomes do design nacional

Premiações e mostras

Pedro Useche participou de diversas mostras e premiações ao redor do globo, entre elas apesentaremos as principais: 

1992: Apresentou suas peças no Instituto dos Arquitetos do Brasil, a convite do arquiteto Carlos Bratke.   

1996: A cadeira Grillo recebeu menção honrosa no X Prêmio Museu da Casa Brasileira.

1998: O revisteiro Eixo 7 participou da Bienal de Design na França em Saint-Etienne, posteriormente ganhou o 1º lugar no XII Prêmio Design Museu da Casa Brasileira (Prêmio Joaquim Tenreiro, mobiliário residencial).

2000: Recebeu o 1º Prêmio na primeira edição do concurso Brasil Faz Design,  na categoria manejo sustentável, com a cadeira 20R.

2001: O banco 3L ganhou o Prêmio Nacional Abimóvel de Design do Mobiliário, na categoria  “móveis para estar social”. A poltrona Pacman e o revisteiro Havaianas fizeram parte da exposição do 15º Prêmio Design do Museu da Casa Brasileira. A poltrona Pacman e o banquinho Flexus, fizeram parte da exposição de design "Singular e Plural ...quase ...últimos 50 anos de design brasileiro" na abertura do Instituto Tomie Ohtake.

2002: A poltroninha 13 Costelas, participou da mostra Brasil Faz Design – evento “Manifestazione Fuori Salone” no Instituto Brasil Itália (IBRIT).                                                      

2004: Participou do prêmio Brasil Faz Design com a cadeira Flexus e fez parte da 43º edição do Salão Internacional do Móvel em Milão. Simultaneamente expôs a linha Flexus na feira de produtos certificados na Mostra Coletiva de Design Certificado. Participou também da U.D. e do prêmio Ecodesign 2004, realizado pela FIESP/CIESP, com a poltrona Flexus e ganhou um prêmio A Competitividade com Design e Princípios Ecológicos – finalista 2003/2004.

2005: Foi selecionado para participar da 6ª Bienal Internacional de Arquitetura em São Paulo, com projeto residencial neste ano.

2008: Participou do evento Brasil Casa Design em Buenos Aires, nos dias 2, 3 e 4 de setembro, com a cadeira 20R e com o revisteiro Eixo 7, a convite de Ivã Rezende Arquitetura. Participou da 2ª Bienal Brasileira de Design no Museu Nacional – Brasília/DF,  período de 08/10 a 05/11 com a poltrona Tensor  e com o banco longo Tensor, a convite do curador Fábio Magalhães. Participou da exposição Vertentes – Arquitetura e Design, Interiores Brasileiros Contemporâneos, organizada pela Fundação Armando  Álvares Penteado no Museu de Arte Brasileira, no Palácio Itamaraty – Brasília/DF,  no período de 05/11 á 07/12 com projeto de sua residência e com o revisteiro Eixo 7.

2010: Participou da exposição Design&Natureza no Museu de Artes de Ribeirão Preto, de 05/02 a 14/03, com a peça Árvore Generosa.

2011: Pedro Useche foi convidado para desenvolver o projeto arquitetônico da nova sede do Projeto Dança Vida, em Ribeirão Preto.

2012 – Criou a luminária Tarcila para celebrar os 90 anos da Semana de Arte Moderna de 22 a convite da revista Bamboo para sua edição comemorativa de 1 ano. A peça também foi exposta na galeria Emma Thomas. Participou da primeira edição do evento Design Week que ocorreu em São Paulo neste ano. Ganhou o Prêmio Planeta Casa na categoria "produtos de decoração" com os bancos e banquetas da linha Tak. 

Suas produções

"Ao contrário de tantos designers que gostariam de entrar nos museus e ganharem aura de artistas, Useche faz o caminho contrário, em favor da produção massiva e de qualidade."  Ethel Leon sobre Pedro Useche 

Ao criar seus projetos Pedro Useche busca equilibrar estética e funcionalidade, de forma que não se importa com os padrões e as modas impostas pela sociedade.

As peças do designer Pedro Useche são criadas e desenvolvidas no Estúdio USECHE, localizado em uma antiga fábrica, onde as produções são realizadas de forma limitadas, uma vez que todos seus projetos são feitos sob encomenda, sem levar em conta os projetos arquitetônicos. 

As belezas de um móvel feito à mão 

Os móveis são a alma da sua casa. Sem ele, sua casa é apenas um espaço com paredes e tetos. Os móveis preenchem este espaço e traz vivacidade para sua casa. Ele ocupa a maior parte do espaço no seu quarto e oferece uma aparência completa. Quando se trata de comprar móveis para sua casa, os móveis caseiros são a escolha mais popular. 

Os móveis feitos à mão são mais caros que os de plástico, folheado ou outros tipos de móveis. Mas o preço vale o investimento. Móveis feitos à mão são de alta qualidade e  duráveis. Assim, o investimento inicial é recompensado de várias maneiras quando você compra móveis feitos à mão. Por isso,  listaremos as 5 melhores razões para investir em móveis feitos à mão. 

5 razões para comprar móveis feitos à mão para sua casa 

Altamente Durável: móveis feitos à mão são de madeira maciça, um material durável. Eles são a escolha perfeita para quem procura longevidade em seus móveis. Cadeiras e bancos feitos à mão têm estabilidade inerente que sustenta por gerações. No entanto, para manter seus móveis de madeira eternos, você deve programar polimento, enceramento e lubrificação regulares da madeira. 

Artesanato único através de artesãos qualificados 

Os móveis feitos à mão são conhecidos por seus padrões distintos e desenhos gravados. Eles acrescentam dignidade e charme ao seu ambiente. Você pode usar madeiras de cores claras ou tons mais ricos e escuros. Artesãos qualificados agregam designs e inovação exclusivas para aprimorar o valor estético dos móveis de madeira. O padrão fantástico de fibras e grãos na madeira confere uma aparência natural e define a beleza. 

Sustentável em comparação com outros materiais

Os móveis feitos à mão são duráveis em comparação com outras coisas usadas na fabricação de móveis como plástico. Quando adquiridos com responsabilidade, eles não prejudicam o meio ambiente. As árvores que são especialmente colhidas por sua madeira podem ser recuperadas plantando mais árvores. A pegada de carbono dos produtos de madeira é menor do que outros materiais. 

Versatilidade

Móveis artesanais ficam bem em qualquer ambiente - moderno, tradicional e medieval. Os móveis feitos à mão se misturam facilmente ao design de interiores da sua casa. Como a madeira está disponível em vários acabamentos, você também pode misturar e combinar os móveis feitos à mão de acordo com a decoração da sua casa. 

Encontre aqui as criações do designer Pedro Usecher

No Atelier Clássico você encontrará tudo os melhores móveis das coleções do designer Pedro Usecher e sem sair de casa. Assim, você poderá comprar os melhores móveis para o seu ambiente, sempre garantindo preços justos aos seus clientes com formas de pagamento acessíveis, além do frete rápido e garantido. Entre em contato conosco através do nosso telefone ou pelo WhatsApp, teremos satisfação e lhe atender.

Índice
Baixe o APP grátis!
Não vai ocupar espaço no seu telefone.