Não há produtos que correspondam à seleção.

Saiba tudo sobre o Designer Poul Kjaerholm 

A Dinamarca teve a sorte de contar com artistas renomados em várias áreas, mas dentro do design um deles brilhou mais que outros! Estamos falando do designer Poul Kjaerholm, um dos mais elogiados do mercado até hoje!

Sua carreira brilhou principalmente nos anos 50, mas até hoje as suas peças são referências nesse meio e causam desejo em pessoas que são apaixonadas por decoração, ansiando por objetos únicos em seus espaços, que tenham a sua cara e as suas características.

Sendo assim, no Atelier Clássico tem modelos incríveis do designer Poul Kjaerholm, para saber mais um pouco sobre a sua história, trajetória e trabalho, mostrando como ele chegou no patamar que chegou e conquistou o valor que alcançou no seu meio! Veja a seguir!

Descubra a história do designer Poul Kjaerholm

O designer Poul Kjaerholm nasceu em meados de 1929, em uma pequena cidade dinamarquesa chamada Ostervra. A primeira vez que trabalhou naquilo que o levaria ao design foi como aprendiz de marceneiro, na empresa Gronbech, quando tinha quase chegado as 2 décadas de vida.

O interesse por criação surgiu a partir desse momento, e foi o que o levou a ingressar na Escola Dinamarquesa de Artes e Artesanato de Copenhague, em 1952. No ano seguinte ele se casou com Hanne Kjaerholm, a partir de uma parceria que surgiu durante seu tempo de formação, e ambos levaram a relação também para o profissional, já que Hanne era também arquiteta.

Sua capacidade de articulação e sua natural autoridade foram importantes para que ele levasse não só a carreira como arquiteto e designer em frente, mas também a profissão de educador, que lhe encantava profundamente. Além de ensinar Poul Kjaerholm seguia buscando aprender, com mestres como Erik Herlow e Palle Suenson!

Como se não bastasse, o designer Poul Kjaerholm também trabalhou com o empresário Ejvind Kold Christiansen, que lhe permitia ter total liberdade para desenvolver a sua arte. Isso fez com que nos anos 50 ele criasse a sua própria linha de móveis, que era bastante extensa.

Em meados dos anos 60 Poul começou a ser reconhecido em outras frentes, inclusive internacionais, expondo suas obras em Paris e conquistando o prêmio Lunning Award, graças à sua cadeira Pk22 (sobre a qual falaremos em breve). O reconhecimento tamb[em se deu na Trienal de Milão da mesma época.

O movimento seguinte foi se tornar assistente e professor da Academia Real Dinamarquesa de Belas Artes, vencendo no período tamb[em o prêmio dinamarquês de ID por design de produto, graças a outra das suas cadeiras, a PK24. Quando foi consagrado cefe do Instituto de Design dinamarquês ele concentrou a sua vida em lecionar, e 4 anos depois veio a falecer, não sem manter em alta o seu legado e sua história!

Hoje os seus desenhos podem ser encontrados em coleção permanente no Museu de Arte Moderna de Nova York, além de estar também em outros institutos, como o Victoria and Albert Museum, em Londres. Também é possível analisar outros trabalhos na Noruega, Suécia, Alemanha e claro, na Dinamarca, seu país natal, onde nasceu e morreu.

Compreenda a obra de Poul Kjaerholm

Quase todos os primeiros móveis do designer Poul Kjaerholm foram desenvolvidos com a ajuda do seu maior parceiro em termos de criações, Christensen, o empresário que investiu em sua linha de produção focada especialmente no minimalismo, isso ainda na década de 50.

O trabalho era concentrado especialmente na série de compensado PKO, com uma mesa de centro que tinha atenções especiais do público, por possuir uma estrutura curiosa, vista através do tampo de vidro, o que era totalmente incomum naquele momento do design.

Era bem costumeiro que Poul Kjaerholm utilizasse em suas produções madeira como principal material, embora em alguns instantes o aço, o couro e até mesmo o márnore tiveram presença destacada em suas criações.

Quando ele trabalhava com outros primários não era com o objetivo somente de construir com mais possibilidades, mas também de ter um novo tipo de arte. Por exemplo, a refração da luz no aço era um detalhe que lhe encantava, da mesma forma que lhe interessavam a maciez do couro e a solidez da madeira.

Um dos diferenciais do designer Poul Kjaerholm sempre percebidos por outros artistas estava nas suas linhas sempre limpas, elegantes e incrivelmente suaves. Provavelmente isso era produto direto dos seus anos como marceneiro, que lhe davam um domínio especial dos materiais, aliados aos seus conhecimentos concentrados na produção industrial!

Por exemplo, uma de suas grandes obras é a já referenciada PK22, que era uma carreira desenvolvida a partir de madeira, lona, couro e corda, uma combinação de primários pouco abraçada na época, e que com certeza só tinha vez com ele por seus conhecimentos extensos de design em várias frentes distintas e muito mais avançadas que a dos seus colegas.

É claro que com o passar dos anos as suas criações foram se tornando cada vez mais sofisticadas, e isso se percebe quando analisamos as obras da linha PK e seus demais desenvolvimentos, sempre caprichosos e cuidadosos.

Como encaixar uma obra de Poul Kjaerholm na sua casa?

Isso pode ser um desafio para quem não conhece a fundo o designer Poul Kjaerholm, e está se encantando agora pelos seus trabalhos artísticos de diferentes graus e níveis. É claro que gostar das obras de um artista não garante que vamos conseguir mantê-la bem nos nossos espaços, ainda que a vontade e o desejo existam, claro, porque são criações únicas, especiais e todos nós fomos preparados para admirar boa arte.

O interessante do trabalho do designer Poul Kjaerholm é que ele é essencialmente feito em cores bastante neutras, sendo fácil adequar suas peças aos ambientes mais variados e até mesmo aos mais coloridos.

O mesmo pode ser dito dos materiais usados para produção, que são muito crus e conhecidos, não contrastando com o que vemos em geral nas casas ou nos escritório da maior parte das pessoas.

Esses, portanto, não são o maior dos problemas para combinar certamente, mas uma coisa que pode pesar bastante é que as suas formas alongadas e diferenciadas pedem um espaço grande para serem observadas e admiradas.

Não dá para colocar as suas cadeiras enormes em comprimento e em largura em um canto cheio de outros móveis, porque ninguém conseguiria apreciar o que está se apresentando, e não haveria o conforto e leveza esperadas na experiência de uso, certamente.

O mesmo pode ser dito sobre a sua mesinha de centro mais famosa, falada acima, que é toda desenvolvida em aço e em vidro. O ideal é que as formas estruturais possam ser vistas através da superfície, e se você enchê-la com decoração ou com utilidades é inviável a observação.

Seu design é com certeza mais voltado para ambientes largos e limpos, então não adianta colocar um de seus trabalhos naquele quarto entulhado, naquela sala cheia de outros móveis e naquele consultório bagunçado. A pureza de suas linhas e de suas formas chamam por esse tipo de cuidado, e pode parecer exagero, mas é de fato a mais pura verdade.

De maneira geral, as obras do designer Poul Kjaerholmtem esse refinamento que precisa ser lembrado, então é a primeira coisa, cuidado que tem que se ter em mente. No mais, além de dar preferência aos espaços mais vazios para pôr seus móveis o ideal é que você use os cantos em que eles terão mais atenção, como aquela varanda que chama por um quê de elegância, ou aquela saleta que implora por um ar mais clean.

Veja onde achar os trabalhos do designer Poul Kjaerholm

Se você está em busca de móveis do designer Poul Kjaerholm talvez não tenha encontrado-os com rapidez ainda, mas não tem problema algum, porque agora você pode levar os seus trabalhos para a sua casa ou para os seus espaços profissionais se clicar agora mesmo aqui!

Vale muito a pena para conhecer e aproveitar! No mais, lembre-se: esse é um artista que merece toda a sua atenção e espaço de verdade nos seus ambientes, então valorize isso e não aceite colocá-lo em um lugar entulhado ou bagunçado, porque a leveza e a pureza são a essência desse criador.

A vida e a história do designer Poul Kjaerholm tornam os seus trabalhos encantadores e cativantes em todos os graus e de todas as formas, então não tema investir se suas obras te apaixonam e te fazem ficar cada vez mais ligado à essa arte diferenciada e única, que é o design! Boa sorte em suas pesquisas e compras!

Índice
Baixe o APP grátis!
Não vai ocupar espaço no seu telefone.