Não há produtos que correspondam à seleção.

Saiba mais sobre o Designer Warren Platner

O mercado de design nos Estados Unidos da América sempre foi muito forte e reconhecido, mas alguns artistas com certeza tem mais atenção que outros. Não há dúvida que entre os destacados está o designer Warren Platner, com uma carreira honrosa e extremamente elogiada ao longo de vários anos.

É bem verdade que nem todo mundo que se interessa por essa área conhece o trabalho desse designer, mas a verdade é que é sempre tempo de aprendermos mais por pessoas que fizeram a diferença em suas áreas de atuação, e não há nenhuma dúvida que Warren Platner se encaixa nessa premissa.

Assim sendo, a seguir te contaremos tudo que você merece saber sobre o designer Warren Platner, apresentando não apenas questões da sua vida, mas também da sua trajetória profissional. No Atelier Clássico você descubrirá mais desse artista irretocável e cheio de personalidade.

Veja a história do designer Warren Platner

Nascido em Junho de 1919, o designer Warren Platner começou a sua história de vida na cidade de Baltimore, em Maryland, como Joseph Warren Platner. Sua carreira deu os primeiros passos quando ele ingressou em 1941 na Universidade de Cornell, com o objetivo de cursar Arquitetura.

Não demorou para que depois de formado ele conseguisse participar de desenvolvimentos artísticos e arquitetônicos importantes, trabalhando para as empresas de Raymond Loewy e para a IM Pei.

Nos anos 50 ele foi laureado com o Prêmio Roma de Arquitetura, o primeiro grande reconhecimento recebido como fruto do seu trabalho. Em 67 isso lhe deu fôlego para abrir a sua própria empresa, chamada Warren Platner Associates, em Connecticut.

É interessante dizer que o designer Warren Platner antes de ter o próprio negócio atuou em escritórios como os de Eero Saarinen, de 1960 a 1965. Isso permitiu que o designer tivesse a chance de atuar em projetos incríveis, como o do Aeroporto Internacional Dulles, localizado na capital dos Estados Unidos, Washington, DC. O Reperthory Theatre presente no Lincoln Center também foi uma das obras das quais ele fez parte, assim como os dormitórios da Universidade de Yale, ou a sede mundial da John Deere.

Nesse entre tempo ele teve a chance de apresentar uma coleção de cadeiras e mesas, que foram desenvolvidas pela Knoll International a partir de seus desenhos e propostas. Mais tarde falaremos mais sobre essas peças, mas elas seguem muito do que Warren Platner considerava insubstituível nos seus trabalhos, que era a sua complexidade de produção, em nome de uma arte completa.

Descubra mais das obras do designer Warren Platner

Warren Platner trabalhava tanto com a construção de mobiliário, quanto com o desenvolvimento de design de interior. Nesse caso, suas criações para espaços específicos eram de modo geral muito flexíveis e eficientes, ao mesmo tempo que discretas. Sua paleta de cores era normalmente muito rica, mas não extravagante, e o uso de móveis era sempre com produtos desenvolvidos sob medida, afim de acabar com espaços sobressalentes.

Um exemplo dessa lógica eram as suas mesas, que já contavam com telefones embutidos, além de espaços especialmente preparados para a colocação de máquinas típicas de trabalho e também arquivos, algo muito inovador naquele momento da história.

Para criar a sua própria empresa Warren Platner decidiu que deveria contar com a ajuda do também arquiteto Kevin Roche, que concebeu junto a ele um prédio feito de aço, granito e também vidro, com um jardim alto no centro, oferecendo uma visão esperançosa e animadora para os visitantes.

Outro de seus trabalhos que ficou bem conhecido foi o design para o Windows on the World, que era um restaurante muito elogiado no topo do World Trade Center. A proposta dramática, que lembrava o interior de um transatlântico emocionava os visitantes, que sentiam de cara a sofisticação do espaço único. O desenvolvimento rendeu elogios até mesmo do The New York Times, que definiu o ambiente como “moderno e sensual”.

Além disso, ele também se ocupou na criação de luminárias, revestimentos de pisos e até mesmo janelas, afim de tornar os seus projetos ainda mais exclusivos. A sua premissa era que se ele pudesse fabricar tudo que havia no ambiente tornaria ele ainda mais enriquecedor e exclusivo. Estava certo, e foi esse mesmo raciocínio que o levou tanto para o hall da fama da revista Design de Interiores, em 1985, quanto para a fabricação de móveis, em meados do século passado.

O designer Warren Platner, como comentamos previamente, também trabalhava com a criação de mobiliário, especialmente de mesas e cadeiras. O foco principal era o desenvolvimento de esculturas funcionais a partir da utilização de barras de ferro niqueladas, que pareciam verdadeiros maços de trigo.

Como dissemos antes, não se tratava de uma fabricação simples. Bem ao contrário, na verdade. O uso de centenas de hastes tanto nas mesas quanto nas cadeiras exigia que cada peça contasse com mais de 1000 soldas em alguns casos, o que era extremamente desafiador.

Outro ponto, é que todo material tinha que estar intrincado, e se tratava de uma malha cilíndrica de aço, o que era ainda mais complicado, porque acima de tudo tinha que estar um assunto estofado confortável, ou um tampo brilhante.

Até hoje as suas peças são produzidas, seguindo esse tipo de preceito, que acreditava que a criação podia ser complexa, contanto que a beleza e a funcionalidade fossem produtos diretos desse trabalho a mais.

Além do aço, Warren Platner confiava muito na utilização da madeira (especialmente do carvalho) e do couro. O processo de cromar e de polir também estavam em meio às suas criações, e naquelas que eram de venda isolada ou de venda para seus próprios designs de interiores sempre havia a preocupação com o uso da peça, então mesas e cadeiras com compartimentos extras são comuns em suas coleções.

É por esse e outros motivos que esse artista é visto como um designer clássico, mas não necessariamente ultrapassado. A preocupação com a arte em termos estéticos é imensa, mas ao longo de sua trajetória ele soube contrabalançar bem com o uso de seus produtos real, no dia a dia, por indivíduos com necessidades verdadeiras e complexas.

Entenda como escolher um móvel de Warren Platner para seus espaços

Como você deve ter percebido pelo que falamos até aqui, o designer Warren Platner se preocupava com a dificuldade de suas construções, ao mesmo tempo que queria garantir que elas fossem fáceis de serem utilizadas dentro da rotina. Seus móveis são, portanto, práticos e confortáveis, características que nem sempre vemos no design de várias peças no mercado.

O uso constante de hastes iguais para um efeito visual impressionante torna suas obras muito bem-vinda em espaços bem iluminados e livres, onde elas tenham os holofotes e atenção necessária, como uma sala de jantar, por exemplo, ou a mesa de um importante escritório de trabalho.

É claro que ambientes mais cheios podem receber bem as suas peças, mas talvez elas não tenham o destaque necessário e não ganhem o brilho merecido. Ainda assim, a comodidade de seu mobiliário e sua facilidade utilitária seguem sendo atrativos indiscutíveis nas suas criações, que se conectam e em muitos casos ultrapassam a própria beleza dos desenvolvimentos e o renome dos projetos em questão.

Encontrar um local ideal pode ser complexo, mas sugerimos que escolha aquele móvel que te conquista mais do artista, sem pensar muito fundo como ele se integraria a um espaço determinado, porque provavelmente ele pode te atender e te servir com perfeição em qualquer canto que esteja.

Saiba onde encontrar os trabalhos do designer Warren Platner

Achar as peças de Warren Platner pode ser difícil, mas se você estiver afim de tê-las em seu lar, ou em seu ambiente de trabalho é perfeitamente possível encontrar se você clicar aqui! Nesse link as opções desejadas e ansiadas estão próximas das suas mãos e das suas realizações, em todos os sentidos e em todas as formas!

Vale a pena adquirir suas peças, se você gostar, porque elas tem tudo para durar muito tempo e para nunca deixar de fazer sentido na sua decoração. São de um artista, afinal, diferenciado, que o que fez perdura e o que propõe com suas criações se mantém vivo em um mercado extremamente exigente.

Sendo assim, busque a sua obra favorita e a abrace sem medo, aproveitando todas as suas possibilidades dentro dos seus interesses. É certo que os seus ganhos e a sua realização serão imensos apostando nesse tipo de investimento, disso nós não temos a menor dúvida, especialmente quando se trata do designer Warren Platner!

Índice
Baixe o APP grátis!
Não vai ocupar espaço no seu telefone.